Depoimentos

O que falam sobre nossa Escola

Deixar meu depoimento
  • Vanessa de Amorim Caldas ( 3º ano - Ensino Médio )

    Eu estudei na Escolinha Monteiro Lobato! Sim, era assim que se chamava na época que ainda estava localizada na Av. FERNANDES LIMA; Da 1° a 5° série convivi com tia Gal, Cristina, Magda, e por fim Rosineide. E sim, eu me lembro de tudo isso até hoje, lembranças vivas, do cheiro da terra no jogo de queimado, da entrada e corredores da escola, dos colegas de sala nome a nome, Lá eu fui muito feliz e ainda sou em saber que tudo isso fez parte da minha história e me fez ser quem eu sou! Eternamente em meu coração EML - Turma 1990!

  • José Igor marrone cordeiro ( 3º ano - Ensino Médio )

    Porque é o melhor colégio para uma criança estudar, somos tratados como família e não como aluno. Desde a tia da faxina até a dona do colégio é família.

  • Maria Eugênia Câmara ( 8º ano - Ensino Fundamental )

    Nossa....quanta emoçao em escrever sobre minha Vida na Escola Monteiro Lobato, minha voz em pensamento ja esta embargada,e já desce uma lagrima no canto dos meus Olhos....A Monteiro foi onde dei meus primeiros passos pra Vida, sou monteiro desde o maternalzinho (digo " sou monteiro " pq nao sinto ex- monteiro) la na primeira casa da Fernandes lima, EU e Meu Irmão Camilo chegávamos de maos dadas, sinto até hj o cheiro gostoso da escolinha, e quanto tocava a musica do balao magico era hora de soltar a mao do meu irmao e ir pra sala. Lembro-me Tb do local onde penduravamos nossas bolsas,kkk aqueles ganchinhos na Madeira colorida....quantas lembrancas maravilhosas, cada professor e funcionario da Escola dando " boa tarde " Maria Eugenia! era encantador e isso que é maravilhoso na Monteiro é que todos sabiam os nomes de todos os alunos, entao jamais eu me senti " mais uma aluna" eu me sentia especial por isso...parece que eles todos estavam na minha casa, a preocupacao, o ensino baseado no Amor, no ludico, ensinar brincando....tia valdares da alfabetizacao era espetacular, cileide, Tia Carmen com aquele jeito engracado porem firme,Tia Veró, Tia Gal nas aulas de relacoes humanas, Alberto, Patricia, Ana Karenina, cristina, tania...Tia lurdinha com sua calma e parcimonia, Vera com Dias palestras extraordinarias, Fatima com sua dedicacao aos esportes fez Toda a diferenca....O Onibus do Sr. Monteiro era fantastico!! E ate hj ele se lembra de mim!!! Dona Severina, um amor de pessoa! Sr. Ulisses o pipoqueiro Tb sabia nossos nomes e os nomes de nossos pais kkkk!! A famosa frase : " Maria eugenia e Camilo chegou!!" Os jogos e a semana da crianca eram os periodos do ano mais aguardados, apresentacoes, dancas, e o Sao Joao!?!? era maravilhoso ensaiar!! Quantas lembrancas....Ate hj nao sei como fiz ginastica ritmica e handebol so mesmo tempo!!! Era muita energia! Mas o Monteiro proporcionava e insentivava sempre as praticas esportivas....lembro dos jogos no Sesi! E hj sei como o esporte, que tanto aprendi a gostar e me realizei nas diversas modalidades que fiz, foi de tamanha importancia pra minhas construcao como Ser humano, me dando garra, persistencia e dedicacao pra o resto da minha Vida! Agradeco eternamente a todos por tanto Amor,dedicacao, e pela possibilidade de crescer junto a Escola! Nao é a toa que hj tenho o privilegio de sentir o gostinho da monteiro todos os dias levando Meu pequeno Heitor pra Escola, e continuar desfrutando desse Amor de vcs, agora direcionado ao Meu Filho, Tia nice, Tia rafa, Ivana, Gel, Tia fabia, Tia Bella, Ritinha.....todas vcs que Admiro, obrigada por ease Amor ao Meu Filho! Sou Monteiro de coracao! Bjos eugeniacamara@hotmail.com

  • Amara Luiza ( 5º ano - Ensino Fundamental )

    Ah, como tão pungente foi a ternura do teu calor Como tua presença ainda é sentida no trilhar da vida Porque esse jeito MONTEIRO regou-me feito flor E o que insiste em pulsar em mim são suas lições de amor...

  • Rhaissa Omena ( 3º ano - Ensino Médio )

    Tive o privilégio de fazer parte da Família Monteiro Lobato, da quinta série ao terceiro ano, onde passei bons momentos da minha adolescência. Quando penso na Monteiro, já me vem à cabeça a Tia Gal, Tia Vera, Isahias, Aninha, Cileide, bem como os maravilhosos professores que tive a oportunidade de conviver e aprender. Também me recordo dos amigos que fiz durante essa passagem por lá. Alguns, inclusive, conservo até hoje. Me orgulho em dizer que faço parte da família Monteiro Lobato, e que todos são lembrados com muito carinho por mim.

  • Isabela Cristina da Silva Passos ( 7º ano - Ensino Fundamental )

    Eu amei estudar na Monteiro porque sempre foi uma família para mim...A tia Gal, todos os funcionários e professores sempre muito atentos e muito dedicados à missão de cuidar de cada um daqueles pequeninos. Crescer na Monteiro fez a minha história muito mais feliz! Entrei ainda na alfabetização e foi lá que através de um teste de leitura, pude adiantar em um ano minha formação. Como eu já sabia ler, e na época era permitido, pulei uma série e pude conhecer a melhor turma que tive. Amigos pelos quais tenho carinho até hoje, apesar de pouco nos encontrarmos. Saí em 1996, mas essa escola só deixou saudades e boas lembranças em meu coração.

  • Jackelyne Oliveira Costa Tenório ( 3º ano - Ensino Fundamental )

    Como é bom ser Monteiro..... Parece que foi ontem, o 1º dia de aula de Artur, tia Carmen com toda sua irreverência, Ivana com seus olhos de águia que não deixa nada passar despercebido e dona Severina, com seu maravilhoso sorriso e a meiguice em pessoa, sem falar em dona Vera que ao palestrar, parecia até que morava dentro de minha casa do seu ímpar conhecimento com a pedagogia infantil; como não me sentir em casa ? Tudo isso e muito mais deixou meu coração de mãe de primeira viagem batendo a nível normocárdico; não tinha como ser diferente. Como é bom ser Monteiro..... Daí então a segurança e a admiração só crescia com tia Morgana, tia Diva, tia Vanessa e Mary Roberta; tia Gê (como Artur se refere), IMPOSSíVEL ESQUECER, muitos momentos vividos e compartilhados: 1º dia das mães, 1º São João, 1ª festa de encerramento e isso sem contar com os projetos maravilhosos realizados com tanto zelo e carinho. Como é bom ser Monteiro... E o construtivismo onde a criança desperta a leitura de maneira mágica que me deixa literalmente encantada; e todos os pilares: família, amor, amigos, união..... Os quais são marca registrada da escola... Como é bom ser Monteiro.... E minha Laís, aí foi só curtir e assistir todo o acolhimento maravilhoso que só quem é Monteiro sabe do que tô falando; e a história se repete de maneira ainda mais lúdica e maravilhosa, com tia Nice como 1ª tia e seu jeito que conquista a todos, Fábia que foi um anjo e na sequência, tia Bella com todo o seu entusiasmo e atenção, difícil até falar, meu coração chega a doer por uma separação tão prematura; mas com momentos realmente intenso aproveitado por mim e por nossa pequena. Como é bom ser Monteiro.... Muito obrigada a todos de todo o meu coração; realmente não existe palavras para agradecer e descrever todo o carinho, atenção e dedicação ofertada de maneira tão pura, espontânea e singular para meus filhos. Muito obrigada Ainda somos MONTEIRO, pois a história não se apaga, só acrescenta. Jackelyne Oliveira Costa Tenório e Maurício Leite Tenório Costa, pais de: Artur Tenório e Laís Tenório.

  • Isabelle de Vasconcelos Carvalho ( 1º ano - Ensino Médio )

    Foi um lugar muito especial, onde fiz amigos para vida toda!

  • Mariana Maria Castro Jatobá Remigio ( 3º ano - Ensino Médio )

    A família Monteiro lobato, foi essencial na minha formação. Eternamente grata por todo carinho!!

  • Ingrid Paz ( 2º ano - Ensino Médio )

    Estudei na EML do maternal até o 2º ano do ensino médio. Afirmo com uma certeza absoluta que não há melhor lugar para se passar a infância do que nessa escola que redefiniu o significado desse termo para mim e minha família. Dentre as lembranças que levo, a felicidade está presente em cada detalhe: no azul, que domina toda a estrutura física da escola e que se tornou minha cor preferida, na biblioteca com seu castelinho, nos paus-brasil do coreto, no dinheiro chinês, na cantina, sempre tão aconchegante com aqueles bancos friozinhos e as mesas redondas, nos "boa tarde, Ingrid" que ouvia de absolutamente todos os funcionários da escola, pois todos sabiam meu nome, nos tabuleiros com tampinhas de garrafa, nas brincadeiras de elástico e corda, na aguardada semana da criança e, posteriormente, nos jogos internos (mais aguardados por nós do que quaisquer jogos olímpicos). São muitos detalhes e lembranças que nunca vou esquecer. Tive sem dúvida os melhores professores, em conteúdo e humanidade, que uma criança e adolescente poderia desejar. Na minha sala de aula, todos eram amigos de todos: as aulas de relações humanas não deixavam ser diferente. A disciplina do colégio era altíssima e super exigente, mas ministrada com um amor que até hoje não vi se repetir em nenhum outro estabelecimento de ensino. Isso tudo se reflete no carinho ímpar que os ex-alunos nutrem pela EML até hoje: nunca conheci um ex-aluno que não falasse da escola apaixonadamente. Há algum tempo, encontrei uma menininha com a farda da escola no elevador do meu prédio. Fiquei tão animada em rever aquela farda que por tanto tempo fora minha vestimenta diária (mas que agora havia evoluído pra um lindo short-saia, que, aliás, eu teria adorado vestir na minha época!!), que acho que a mãe da menininha se assustou. Era o primeiro dia de aula dela. "Logo, logo, você vai entender o porquê disso tudo", pensei comigo mesma. Obrigada, querida Monteiro!